IMG-LOGO
Home > Nacional > BRASIL DIZ NÃO ÀS DROGAS! Lei Antidrogas mais severa é aprovada no Senado e segue para sanção presidencial
Nacional

IMAGEM: A celebração de tres Ex pacientes da Fazenda da Esperança: Sergio Botelho (Jornalista) ; Adalberto Calmon (Presidente da CONFENACT) e Edu Cabral (Assessor da SENAPRED)

BRASIL DIZ NÃO ÀS DROGAS! Lei Antidrogas mais severa é aprovada no Senado e segue para sanção presidencial

Após votação na Câmara dos Deputados, a PLC 37 foi enviada ao Senado e aprovada na tarde desta Quarta (15)
Por Marcelo Jorge - 15 De Maio De 2019, 05:59 PM


Vitória das Família brasileiras: Após indas e vindas, superação de polêmicas e entraves durante a sua tramitação, o Projeto de Lei da Câmara (PLC 37), originado e apresentado em 2013, cujo autor era o então Deputado Federal e hoje Ministro da Cidadania Osmar Terra, foi aprovado em votação direta no Congresso na tarde desta quarta feira (15/5).
Durante a votação, o Senador Humberto Costa (PT-PE) ainda tentou criar entraves para a matéria, mas foi voto vencido pelos seus pares.

O projeto, que agora será enviado para sanção, promove mudanças na política sobre drogas e já havia sido aprovado na última quarta-feira (8), em reunião conjunta das Comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE).
Na votação desta quarta, a proposta só dependia de apresentação de parecer da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), o que ocorreu no Plenário.
Havia por parte da SENAPRED, Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas, o temor de que se o projeto não fosse aprovado e com a iminente votação que estava programada para acontecer no dia 05 de junho no STF, a maconha pudesse ser descriminalizada, certamente possibilutando a abertura para a legalização de outros psicotrópicos.

SENAPRED / MINISTÉRIO DA CIDADANIA

A luta que vinha se desenvolvendo nos bastidores para a aprovação da PLC37 era descomunal. Enfrentando um inicio de Governo sem recursos para a pasta e muito menos para a secretaria, uma triste herança, repleta de dificuldades estruturais e de comunicação, causadas pelo aparelhamento da estrutura por parte da esquerda, em sua maioria simpática à liberação das drogas, foi necessário um esforço sobre humano.

Mas a equipe, comandada no Ministério pelo brilhante Ministro Osmar Terra e na esfera da Secretaria pelo abnegado Dr. Quirino Cordeiro e sua reduzida equipe, conseguiu dar um norte de vitória ao projeto.

A partir de exaustivas conversas com congressistas, lutando contra o tempo, e articuladas pelo assessor da SENAPRED, o pernambucano Edu Cabral, experiente guerreiro nas campanhas antidrogas das ‘Fazendas da Esperança’ em Pernambuco e de outras comunidades terapêuticas pelo Brasil e contando com a sensibilidade dos parlamentares que naturalmente ouviram o clamor das suas e das demais famílias brasileiras, votando a favor do PLC 37, a celebração agora é de cada brasileiro de bem, que pelo menos por um bom tempo terá a tranquilidade de que as ações governamentais, agora passarão a ser baseadas em uma mais que necessária Lei rígida e conservadora da moral e bons costumes e que certamente endurecerá o jogo com os que enriquecem às custas da miséria alheia, leia-se: a entrada das drogas na vidas das crianças, adolescentes e jovens brasileiros.

Dr. Quirino Cordeiro, Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas e Ministro Osmar Terra, autor da PLC 37/2013


Compartilhar: