IMG-LOGO
Home > Nordeste > Edu Cabral e Bolsonaro: Campanha do presidente em Pernambuco. A história por trás da história.
Nordeste

Edu Cabral e Bolsonaro: Campanha do presidente em Pernambuco. A história por trás da história.

Descrença, sofrimento, superação, luta e vitória: A trajetória do produtor de eventos pernambucano que conquistou e ganhou a confiança e a campanha com o Presidente Bolsonaro.
Por Marcelo Jorge - 08 De Julho De 2019, 08:47 AM

IMAGEM: Fotos 01, 02 e 06 – Com o Presidente Bolsonaro, uma relação de confiança recíproca; 06. Com membros do PSL PE; 04. Com Silvio Nascimento, atual Coordenador de Publicidade e Propaganda da EMBRATUR; 05. Gilson Machado Neto, Presidente da EMBRATUR; 07. Com Diretores do PSL em Pernambuco: Reinaldo de Barros (Garanhuns), George Sampaio (Salgueiro); Eliane oliveira (Serra Talhada) e Marcos Amaral (Pres. Est. PSL-PE).

Nenhuma conquista importante na vida acontece por acaso, nem chega sem esforços, sofrimento e segundo o livro bíblico de Eclesiastes, fora do tempo certo, determinado por Deus.

E para o produtor de eventos pernambucano Helanio Eduardo Cabral Silva ou simplesmente Edu Cabral, a vida tomou contornos ainda mais difíceis quando decidiu assumir uma missão tida há cerca de dois anos como praticamente impossível: ajudar a eleger, ou ao menos dar ampla visibilidade ao então deputado-candidato Jair Messias Bolsonaro, um ex militar carioca tido como ‘baixo clero’ e ignorado por muitos dos seus colegas parlamentares. Suas posições firmes em defesa da moral e bons costumes, no entanto, chamaram a atenção do Brasil e despertaram um sentimento nacionalista há muito adormecido.

Mas, onde o produtor entra Edu Cabral nesta história?

Tendo uma adolescência marcada pelo envolvimento com o nebuloso universo do consumo de drogas, Edu conheceu a fraternidade e o livramento de Deus quando abraçado por uma comunidade terapêutica local, cuja orientação católica tornaram-se decisivos para sua completa recuperação e o iniciaram na cruzada contra as drogas. A partir destes episódios, Cabral dedicou-se incansavelmente ao trabalho de evangelização para jovens que assim como ele, buscavam libertação dos vícios. Fosse através do ministério da música religiosa, da visita a centros de reabilitação de usuários ou mesmo na condução de um programa de rádio, como apresentador, logo tornou-se conhecido das comunidades religiosas católicas e sociedade local. Ao ingressar na atividade de produtor de eventos, Edu pode expandir sua vocação de lidar com o universo artístico, cujos bastidores nem sempre são tão glamourosos como para quem assiste de frente ao palco.
Por muitos anos coordenou dezenas de edições do palco principal no maior evento artístico cultural do Nordeste, o Festival de Inverno de Garanhuns.

POLÍTICA

A atividade de produtor o levou a uma seara mais específica na área política quando passou a participar na coordenação de campanhas eleitorais no interior de Pernambuco, ampliando horizontes e ganhando visibilidade regional. Na mais recente, abraçou a campanha presidencial do então deputado carioca Jair Bolsonaro, que iniciava também sua trajetória nacional, buscando o que muitos achavam improvável: a presidência da república.

Abrindo mão do convívio familiar e profissional, Edu Cabral abraçou a ainda tímida campanha do capitão no nordeste e logo após o ingresso deste no PSL , também filiou-se ao partido que abrigou a candidatura nacional. Imagens dos outdoors do Bolsonaro exibidos na região eram fotografados e enviados diretamente para o Whatsapp do ‘Capitão’, que as publicava em suas mídias sociais.

Logo Edu passou a articular nos bastidores a campanha, a partir da base em Recife. À época, foi necessária muita boa vontade pois a inexistência de recursos partidários o obrigou a pedir emprestado ao amigo Everaldo, um apartamento na capital pernambucana, no qual se instalou e durante 08 meses e no período, segundo ele, as dificuldades foram muitas: “Eu sai de Garanhuns e me afastei dos meus familiares, deixando aos cuidados dos mesmos meus negócios para cuidar da campanha de Bolsonaro. Passei muitas dificuldades financeiras neste período pois, como falei, não haviam recursos para essa minha manutenção na capital.” Além de tudo isto, após declarar apoio e iniciar os primeiros trabalhos em prol da campanha de Bolsonaro, algumas portas profissionais foram fechadas e segundo ele, muitos órgãos de imprensa do nordeste passaram a não abrir oportunidades para debates ou notícias sobre o candidato de direita.

Neste período, administrando as saudades e cuidados com seu filho, o pequeno Carlos Eduardo - Cadu - e da esposa Carla, Edu sempre contou com o apoio nos companheiros mais próximos, além dos diversos grupos conservadores em Pernambuco, do empresário e músico Gilson Machado Neto e do jornalista e publicitário caruaruense Silvio Nascimento, estes últimos atualmente Presidente da EMBRATUR e Coordenador de Publicidade e Propaganda daquele instituto, respectivamente.

Um fato que corroborou a aproximação e o prestígio de Cabral com Bolsonaro foi uma deferência específica concedida pelo recém eleito presidente: Após as eleições, quando o próprio Governador de Pernambuco Paulo Câmara não foi recebido pelo presidente eleito, um outro grupo de pernambucanos, liderado por Edu, foi recepcionado na casa de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro e na oportunidade apresentou ao mesmo algumas sugestões em questões ligadas à política antidrogas a ser desenvolvidas, sugestões aprimoradas e efetivamente implantadas em poucos meses pelo novo governo, na forma da Nova Lei Antidrogas, ato que vem mudando para melhor a luta nacional contra o tráfico e o uso de entorpecentes, dando esperanças às crianças e adolescentes.

LUTA ANTIDROGAS

Atualmente, como assessor da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas – SENAPRED, subordinada ao Ministério da Cidadania, ao lado do seu líder imediato e Secretário Nacional Dr. Quirino Cordeiro e do Ministro Osmar Terra e com aval de Comunidades Terapêuticas de todo o país, dentre elas as Fazendas da Esperança, uma das CT’s que o acolheu livrando sua juventude da malignidade, Edu Cabral vem obtendo um maior respeito e reconhecimento público não apenas para sí, mas para todos aos quais representa: Garanhuns, Pernambuco, o Nordeste, além daqueles que acompanharam sua trajetória, torcem e admiram seu exemplo de superação desde o início de sua jornada.



Compartilhar: