IMG-LOGO
Home > Nacional > Comunicação perde mais um grande nome do jornalismo brasileiro: Morre o Paulo Henrique Amorim
Nacional

Comunicação perde mais um grande nome do jornalismo brasileiro: Morre o Paulo Henrique Amorim

A morte do Jornalista vem sendo destaque no jornalismo nacional nesta quarta (10/7). Ele foi vítima de enfarte no Rio de Janeiro.
Por Marcelo Jorge - 10 De Julho De 2019, 08:47 AM

IMAGEM: Em seus últimos meses, PHA esteve na Record TV, onde apresentou o Domingo espetacular. Recentemente o profissional deixou o programa.

Recentemente impactada pela notícia da trágica morte de Ricardo Boechat, polêmico e competente âncora do grupo Bandeirantes de comunicação, o jornalismo brasileiro volta a se enlutar com a perda de mais um dos seus bons representantes. O jornalista Paulo Henrique Amorim morreu na madrugada desta quarta-feira (10) aos 77 anos, em sua residência, vítima de um infarto fulminante. A informação foi confirmada por sua esposa.

O Amorim integrava os quadros da Record TV desde 2003 e certamente deixa um legado para o jornalismo brasileiro, uma vez que passou por diversos jornais, revistas e emissoras de televisão do país.

Paulo Henrique estreou no jornal A noite, em 1961. Depois foi trabalhar em Nova York, como correspondente internacional da revista Realidade e, posteriormente, da revista Veja.

POLÊMICO

Em uma polêmica recente, depois de ter visto o presidente Bolsonaro junto ao Ministro da justiça Sergio Moro, assistindo a um jogo do Flamengo no estádio e vestindo a camisa rubro negra, o jornalista cantou o hino do Flamengo de uma forma considerada debochada pelos bolsonaristas: ”Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer”….e depois disse: ”Em breve”.



Compartilhar: