IMG-LOGO
Home > Cultura > Com ação de deputado governista, Garanhuns Jazz Festival pode ressurgir das cinzas em 2020

Cultura

Imagem: RBN Notícias

Com ação de deputado governista, Garanhuns Jazz Festival pode ressurgir das cinzas em 2020

Uma dos mais celebrados ritmos, com origem africana e influência europeia no seu desenvolvimento e evolução, a manifestação musical tomou conta, por alguns anos, do interior pernambucano
Por Marcelo Jorge - 22 De Setembro De 2019, 06:09 PM


Garanhuns, no interior pernambucano, cidade conhecida como ‘terra dos festivais’ a partir da criação há quase três décadas do seu lendário ‘Festival de Inverno’ e recentemente produzindo edições da música regional que homenageia o filho da terra Dominguinhos e ainda a cada final de ano celebrando o encontro das famílias na ‘Magia do Natal’, também foi palco por 5 anos do estilo oriundo de New Orleans, o denominado ‘Garanhuns Jazz Festival – GJF’.


E após a extinção do evento, que durante o período de carnaval em Garanhuns era a alternativa dos aficionados do jazz e blues,  segundo os organizadores ‘por motivos de ordem econômica, política e falta de apoio do governo municipal’ o ritmo formado pela junção de diversos elementos do Ragtime, Spiritual e Blues parece que vai dar as caras novamente na ‘Terra da garoa’.


É que em conversas recentes com empresários ligados às edições anteriores do GJF, ora produzindo o mesmo em Gravatá, o Deputado estadual e pré candidato a prefeito de Garanhuns Sivaldo Rodrigues Albino (PSB) avançou nas articulações com o músico Giovanni Papaléo, criador e produtor do GJF, para propor que o evento volte à sua cidade.


De acordo com o parlamentar, a importância cultural e econômica para o município é significativa e agora com o apoio do Governo do Estado (ao qual o deputado representa) através da Secretaria de Cultura, da Fundarpe e também da Prefeitura local, pode fazer ressurgir das cinzas o evento que, semelhantemente e na mesma época da folia momesca,  só dava adeus ao público nas quartas feiras de cinzas...  


Foto: David Melo (DAC)


Compartilhar: