IMG-LOGO
Home > Política > Bolsonaro: “Não vou polemizar com o Lula.”. Declaração foi dada durante visita à Campina Grande

Política

Imagem: Bolsonaro posa com família campinense beneficiada por residencia em Campina Grande.

Bolsonaro: “Não vou polemizar com o Lula.”. Declaração foi dada durante visita à Campina Grande

Os planos da oposição, liderados por Lula, de irritar membros do Governo Federal com ataques à pessoas e instituições caiu no vazio com o silêncio adotado pela presidência.
Por Marcelo Jorge - 11 De Novembro De 2019, 02:51 PM


Após visita nesta ao município paraibano de Campina Grande, a pouco mais de 130 quilômetros da capital João Pessoa, onde entregou a população 4.100 unidades habitacionais do maior conjunto habitacional popular do Brasil e em meio a uma atmosfera recente de acirramento político, após soltura do presidiário Lula, ex presidente condenado por corrupção ativa e passiva, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que não iria polemizar com o petista.

“Não vou polemizar. Ele continua condenado”, disse.

Já sobre a possibilidade de o Congresso aprovar uma PEC (proposta de emenda à Constituição) para que condenados em segunda instância possam começar a cumprir a pena, Bolsonaro preferiu não se pronunciar.
“Eu não voto. O Parlamento tem completa independência”, declarou Bolsonaro.

COMPLEXO HABITACIONAL

O Complexo Habitacional Aluízio Campos, entregue pelo Governo Federal e municipal aos campinenses, começou a ser erguido em 2015. A construção vai diminuir o déficit habitacional da cidade em 31,5%./ O residencial Aluízio Campos foi construído com o conceito de Smart City (cidade inteligente). São 3.012 casas e 1.088 apartamentos. A obra teve investimento de R$ 300 milhões em verbas do governo federal com contrapartida da prefeitura de Campina Grande. O Complexo é considerado o maior já construído na Paraíba e está entre um dos principais do país.

O presidente Jair Bolsonaro durante entrevista no complexo habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande, nesta segunda-feira (11) — Foto: Alan Santos/Presidência da República


Compartilhar: